EXIJA QUE A ONU PROTEJA AS MINORIAS CRISTÃS

O Estado Islâmico comeceu crimes de guerra e contra a humanidade

 

EXIJA QUE A ONU PROTEJA AS MINORIAS CRISTÃS

0200.000
  198.268
 
198.268 persone hanno firmato. Aiutaci a raggiungere l'obiettivo 200.000 firme.

EXIJA QUE A ONU PROTEJA AS MINORIAS CRISTÃS

Neste mês de setembro, o Conselho de Segurança das Nações Unidas se reunirá. É um momento propício para exigir medidas adequadas e efetivas para frear a intolerância irracional e o barbarismo do chamado ‘Estado Islâmico’.

No Iraque, o islamismo radical tem perpetrado genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra. As minorias foram vítimas dessa violência.

Na Síria, o governo e as ONGs têm sido negligentes em suas funções e permitiram a ocorrência das mesmas atrocidades

Na Líbia, os grupos filiados ao Estado Islâmico atacaram as minorias religiosas e destruíram templos e lugares religiosos.

Cerca de 420.000 yazidis foram desolados de seus lares e agora vivem em campos de refugiados do Curdistão, Síria e Turquia.

Além disso, centenas de meninas foram vendidas como escravas sexuais por apenas 18 dólares.

Supostamente, a ONU está desenvolvendo um plano de ação para prevenir a violência extremista e proteger as minorias religiosas. Supostamente, o plano seria lançado neste mês de setembro.

Houve também declarações contundentes por parte da comunidade internacional. No dia 27 de março, o Conselho de Segurança disse que se deve “frear a loucura”, depois das evidências de que o terrorismo ameaçava a diversidade cultural e religiosa no Oriente Médio. O secretário geral também afirmou o seguinte:

Os membros deste Conselho -  e todos aqueles com influência – devem ajudar as pessoas dessa região a manterem sua histórica diversidade cultural e dinamismo (...) Condeno em termos extremos toda forma de perseguição ou violação do direito à vida e à integridade física de indivíduos e comunidades...

Até o Alto Comissionado para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Hussein, chegou a afirmar que o Estado Islâmico era uma “abominação”.

Agora é o momento de passar das palavras aos atos. Por isso estamos pedindo ao Conselho de Segurança da ONU três coisas muito concretas:

  • Que elaborem, promovam e mantenham medidas concretas e claras para defender e proteger as minorias religiosas no Oriente Médio. Que se adote o Plano de Ação anunciado para este mês de setembro pelo secretário geral, em defesa dos direitos humanos e a liberdade religiosa das minorias onde o Estado Islâmico perpetrou verdadeiros massacres e crimes contra a humanidade.
  • Que promovam e adotem um marco legal que inclua sanções e apelações à Corte Penal Internacional.
  • Que aprovem medidas que possam frear a ajuda financeira e o tráfico de armas ao Estado Islâmico e aos grupos filiados a ele.

É assim que as crianças descrevem o horror do genocídio cristão 

A vida no Iraque antes do Estado Islâmico

A chegada do Estado Islâmico

A vida dos refugiados hoje, em uma paróquia católica

Questa petizione è stata creata da un cittadino o un'associazione non affiliati a CitizenGO. CitizenGO non è quindi responsabile dei suoi contenuti.
+ Letter to:

Firma subito questa petizione!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Per firmare seleziona una voce:
Trattiamo i tuoi dati personali in conformità con la nostra Informativa sulla privacy e ai nostri Termini di servizio.Firmando la presente accetta i Termini di Uso e la Policy della Fondazione CitizenGO, e accetta di ricevere in futuro altre comunicazioni sulle nostre attività e campagne. Può ritirare il consenso prestato in qualsiasi momento e senza alcun impegno. Grazie.

Medidas eficazes para proteger as minorias religiosas

Aos membros do Conselho de Segurança

Peço-lhes que em sua próxima reunião, neste mês de setembro, adotem as seguintes medidas:

  • Que elaborem, promovam e mantenham medidas concretas e claras para defender e proteger as minorias religiosas no Oriente Médio. Que se adote o Plano de Ação anunciado para este mês de setembro pelo secretário geral, em defesa dos direitos humanos e a liberdade religiosa das minorias onde o Estado Islâmico perpetrou verdadeiros massacres e crimes contra a humanidade.
  • Que promovam e adotem um marco legal que inclua sanções e apelações à Corte Penal Internacional.
  • Que aprovem medidas que possam frear a ajuda financeira e o tráfico de armas ao Estado Islâmico e aos grupos filiados a ele.

---

  • to elaborate, promote and sustain the approval of clear and concrete measures, as well as the adoption of the Action Plan proposed by the Secretary-General in defence of human rights, religious freedom of minorities in the area where ISIS terrorists have perpetrated massacres;
  • to promote the adoption of a legal framework including sanctions and referrals to the International Criminal Court;
  • to approve measures to stop financial support and the trade of weapons to ISIS-affiliated groups.
Cordialmente

EXIJA QUE A ONU PROTEJA AS MINORIAS CRISTÃS

Firma subito questa petizione!

0200.000
  198.268
 
198.268 persone hanno firmato. Aiutaci a raggiungere l'obiettivo 200.000 firme.