Pelo fim da promoção da ideologia de gênero na Arquidiocese de Belo Horizonte

Petição dirigida a: Pe. Geraldo Luiz de Mori e Dom Walmor Oliveira de Azevedo

 

Pelo fim da promoção da ideologia de gênero na Arquidiocese de Belo Horizonte

0100
  11
 
11 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 100 assinaturas.

Pelo fim da promoção da ideologia de gênero na Arquidiocese de Belo Horizonte

OS CATÓLICOS NÃO QUEREM A PROMOÇÃO DO GAYZISMO NA IGREJA!

No dia 23 de outubro de 2018, foi realizado, na Faculdade JESUÍTA de Filosofia e Teologia, um evento intitulado “Jornada Teologia e Diversidade Afetivo-Sexual" promovido pelo “Grupo de Pesquisa Teologia e Diversidade Afetivo-Sexual”. A pauta principal do evento, como se pode constatar nos vídeos-denúncia (www.youtube.com/playlist?list=PLm8Ajccxm1M5IMphnDsKPnsinpBgqKg2k), foi a relativização e demolição do Matrimônio entre homem e mulher, contendo ensinamentos blasfemos e escandalosos a todos os católicos.

Nós, católicos brasileiros, preocupados com a salvação das almas, que se perdem ante tamanha deturpação e relativização demoníaca da sã doutrina, solicitamos ao Pe. Geraldo de Mori, Reitor da FAJE, providências, conforme sua sensibilidade e zelo pastorais: a) que a FAJE se retrate PUBLICAMENTE a todos os católicos, reconhecendo a doutrina de dois mil anos da Santa Igreja Católica no que diz respeito à sexualidade; b) que o “Grupo de Pesquisa Teologia e Diversidade Afetivo-Sexual”, por ser flagrantemente blasfemo, herético e perigoso para as almas, seja suprimido das dependências da FAJE, com a devida punição dos professores envolvidos, substituindo-o por um grupo de estudo cujo objetivo seja estudar a sã doutrina e instigar a vivência da castidade pelos homossexuais, a exemplo do Apostolado da Courage, nos termos dos arts. 26, §1º, §2º, art. 27 e art. 38º da Constituição Apostólica “Veritatis Gaudium”, do Papa Francisco.

Dirigimo-nos, também, ao Reverendíssimo Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, para solicitá-lo que o Plano de Evangelização da Arquidiocese de Belo Horizonte seja retificado, para se adequar às exigências da Verdade e da Doutrina dos Apóstolos, excluindo, na página 18, as menções a “outras configurações familiares”, com vistas a evitar confusões e escândalos aos fiéis. Assim, a Arquidiocese de Belo Horizonte estará dando exemplo à FAJE, contribuindo para a manutenção do ensino da doutrina de sempre em Belo Horizonte.

Esta petição foi criada por um cidadão ou uma organização independente de CitizenGO. Por essa razão, CitizenGO não é responsável por seu conteúdo.
+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Procesamos seus dados pessoais de acordo com nossas Política de privacidade e nossos Termos de uso.Ao assinar você aceita os termos de uso da CitizenGO e sua política de privacidade, e aceita receber mensagens de e-mail sobre nossas campanhas. Você pode cancelar seu cadastro na lista a qualquer momento.

Petição dirigida a: Pe. Geraldo Luiz de Mori e Dom Walmor Oliveira de Azevedo

A Vossa Excelência Reverendíssima, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, e a Vossa Reverência, Pe. Geraldo Luiz de Mori:

Nós, católicos brasileiros, preocupados com a salvação das almas, que se perdem ante tamanha deturpação e relativização demoníaca da sã doutrina, solicitamos ao Pe. Geraldo de Mori, Reitor da FAJE, providências, conforme sua sensibilidade e zelo pastorais: a) que a FAJE se retrate PUBLICAMENTE a todos os católicos, reconhecendo a doutrina de dois mil anos da Santa Igreja Católica no que diz respeito à sexualidade; b) que o “Grupo de Pesquisa Teologia e Diversidade Afetivo-Sexual”, por ser flagrantemente blasfemo, herético e perigoso para as almas, seja suprimido das dependências da FAJE, com a devida punição dos professores envolvidos, substituindo-o por um grupo de estudo cujo objetivo seja estudar a sã doutrina e instigar a vivência da castidade pelos homossexuais, a exemplo do Apostolado da Courage, nos termos dos arts. 26, §1º, §2º, art. 27 e art. 38º da Constituição Apostólica “Veritatis Gaudium”, do Papa Francisco.

Dirigimo-nos, também, ao Reverendíssimo Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, para solicitá-lo que o Plano de Evangelização da Arquidiocese de Belo Horizonte seja retificado, para se adequar às exigências da Verdade e da Doutrina dos Apóstolos, excluindo, na página 18, as menções a “outras configurações familiares”, com vistas a evitar confusões e escândalos aos fiéis. Assim, a Arquidiocese de Belo Horizonte estará dando exemplo à FAJE, contribuindo para a manutenção do ensino da doutrina de sempre em Belo Horizonte.

[Seu nome]

Pelo fim da promoção da ideologia de gênero na Arquidiocese de Belo Horizonte

Assine esta petição agora!

0100
  11
 
11 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 100 assinaturas.