Todos pela educação: Contra instrumentalização da CONAE pelo MEC

Petição dirigida a: Sr. Camilo Santana - Ministro da Educação

 

Todos pela educação: Contra instrumentalização da CONAE pelo MEC

novo

Todos pela educação: Contra instrumentalização da CONAE pelo MEC

050.000
  27.821
 
27.821 assinado. Vamos conseguir 50.000!

Novo ano, nova luta: Plano Nacional de Educação!

O PNE (Plano Nacional de Educação) é uma política pública que tem como objetivo melhorar e manter as iniciativas educacionais em todo o Brasil. Ele tem vigência de 10 anos, e atualmente se constrói o Plano que vai de 2024 a 2034. 

A CONAE (Conferência Nacional de Educação) é onde acontecem os debates para a elaboração do PNE, mas há um grande problema: grupos de esquerda e sindicatos estão controlando o processo, deixando pais e alunos de fora.

É preciso agir com urgência. A CONAE 2024 acontece no final de janeiro, e se não fizermos algo agora, a educação brasileira pode ser tomada pela doutrinação e instrumentalização política.

Eis alguns dos pontos graves que notamos:

  1. O plano atual não tem metas para melhorar a qualidade da educação, focando em agendas corporativistas.

  2. Há uma tentativa de reescrever a história, retratando o impeachment da ex-presidente Dilma como um "golpe". Além disso, o documento promove a divisão no país e desqualifica ideias políticas e pedagógicas discordantes, o que contraria a Constituição Federal.

  3. O direito dos pais de escolher a modalidade de ensino de seus filhos não é garantido, gerando insegurança jurídica e perseguição às famílias que praticam o homeschooling. Além disso, existe um tratamento preconceituoso e equivocado em relação ao ensino domiciliar, rotulando seus praticantes como "ultraconservadores".

  4. Os direitos dos pais de escolherem a educação religiosa e moral dos seus filhos são desrespeitados.

  5. O plano ataca a diversidade na administração escolar, negando potenciais parcerias entre o governo e o setor privado que poderiam beneficiar os alunos e retrata como extremistas àqueles que defendem esta modalidade na gestão da educação, ignorando experiências bem-sucedidas no Brasil e no exterior.

  6. Não há diversidade de pensamento nas escolas, impedindo um ambiente de respeito por diferentes perspectivas políticas e religiosas.

  7. A classificação equivocada do agronegócio como "ultraconservador", insinuando que é uma atividade predominantemente realizada por extremistas, levando a constantes ataques ideologicamente tendenciosos contra esse setor nas escolas.

  8. A abordagem ampla do tema de gênero e orientação sexual, adotando uma perspectiva baseada na ideologia de gênero e ignorando outras interpretações possíveis.

  9. O Estado não exige melhores resultados aos agentes educativos, o que leva ao aumento do controle estatal sobre as escolas públicas e privadas.

  10. A omissão da restauração da disciplina na sala de aula, algo valorizado por muitos pais e professores, assim como a falta de clareza no desejo de combater a violência nas escolas, vinculando-a a opiniões políticas divergentes.

Para piorar a situação, o Fórum Nacional de Educação não representa a pluralidade política da sociedade, impedindo um diálogo verdadeiramente democrático sobre educação. Além disso, a falta de transparência na organização da CONAE tem deixado os pais no escuro sobre a verdadeira agenda, por trás do PNE.

Junte-se à nossa luta, assinando a petição, para mostrar nosso repúdio ao Ministro da educação, com relação a esta forma de conduzir este assunto no Brasil e, que, como famílias preocupadas com o nível educacional de nossos cidadãos, lutaremos por nossos direitos.

Após a realização da conferência nacional no final de janeiro, o que for elaborado será encaminhado para o Congresso Federal. No entanto, não podemos permitir que um documento, que não representa, verdadeiramente, nossas vozes seja apreciado na casa legislativa. Precisamos agir agora!!!

É fundamental que nossas preocupações sejam ouvidas e consideradas, garantindo que a educação brasileira seja pautada por princípios de transparência, diversidade de pensamento e qualidade educacional.

Sabemos que nossas vozes podem fazer a diferença. O atual governo já está sentindo a pressão das famílias que não querem agendas ideológicas na educação. 

Se conseguirmos, estaremos protegendo a educação brasileira de ideologias nefastas e garantindo um futuro melhor para nossas crianças. 

O tempo está se esgotando e precisamos do maior número possível de assinaturas para causar um impacto.


Maiores Informações:

  1. https://fne.mec.gov.br/images/conae2024/orientacoes_etapas_preparatorias...

  2. www.gov.br/mec/pt-br/acesso-a-informacao/participacao-social/conferencia...

  3. https://palazzo.pro.br/pisa-2022-a-vergonha-brasileira/?doing_wp_cron=17...

  4. https://www.gov.br/mec/pt-br/assuntos/noticias/2023/dezembro/ensino-medi...

  5. https://undime.org.br/noticia/20-12-2023-14-30-entenda-a-dinamica-do-enc...

050.000
  27.821
 
27.821 assinado. Vamos conseguir 50.000!

Complete your signature

Assine esta petição agora!

 
Please enter your email
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Processamos a sua informação de acordo com a nossa política de Termos e Privacidade

Petição dirigida a: Sr. Camilo Santana - Ministro da Educação

Como cidadãos preocupados, pais e membros da sociedade, ficamos chocados ao nos depararmos com um documento que servirá de base para a educação brasileira nos próximos 10 anos. 

O Documento Referência da CONAE 2024, preparado em colaboração com entidades alinhadas com a ideologia do governo atual, está repleto de agendas ideológicas e falta de base técnica e científica. 

É evidente que o governo pretende instrumentalizar a educação para interesses políticos, usando-a como uma ferramenta para silenciar vozes com opiniões diferentes. Isso vai contra a diversidade de pensamento necessária em uma verdadeira democracia.

Repudiamos junto a Vossa Excelência o "Documento de Referência" da CONAE e reiteramos a necessidade de que a educação brasileira esteja livre de doutrinação e instrumentalização política. Esperamos que Vossa Excelência compreenda a gravidade dessas preocupações.

[Seu nome]

Petição dirigida a: Sr. Camilo Santana - Ministro da Educação

Como cidadãos preocupados, pais e membros da sociedade, ficamos chocados ao nos depararmos com um documento que servirá de base para a educação brasileira nos próximos 10 anos. 

O Documento Referência da CONAE 2024, preparado em colaboração com entidades alinhadas com a ideologia do governo atual, está repleto de agendas ideológicas e falta de base técnica e científica. 

É evidente que o governo pretende instrumentalizar a educação para interesses políticos, usando-a como uma ferramenta para silenciar vozes com opiniões diferentes. Isso vai contra a diversidade de pensamento necessária em uma verdadeira democracia.

Repudiamos junto a Vossa Excelência o "Documento de Referência" da CONAE e reiteramos a necessidade de que a educação brasileira esteja livre de doutrinação e instrumentalização política. Esperamos que Vossa Excelência compreenda a gravidade dessas preocupações.

[Seu nome]