PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

Petição dirigida à ONU

 

PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

0200.000
  159.472
 
159.472 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 200.000 assinaturas.

PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

Precisamos de sua ajuda para impedir que a ONU continue promovendo aborto, orientação sexual e identidade de gênero, bem como um currículo de educação sexual que ensina meninas de três anos a se masturbar e a explorar sua sexualidade.

Assine esta petição, que será apresentada na 63ª sessão da Comissão sobre Status das Mulheres na ONU.

A agenda das Nações Unidas deixa a Fundação Internacional de Planejamento Familiar e outros defensores do aborto empolgados porque dedica toda sua atenção à promoção do aborto e da educação sexual abrangente.

Os Estados membros das Nações Unidas enviarão delegados de suas capitais para representá-los na sede das Nações Unidas em Nova York, de 11 a 22 de março. Quando chegarem, serão recebidos com todo o peso do sistema das Nações Unidas - 80 mil burocratas de carreira - que liderarão as negociações para discutir como bilhões de dólares em ajuda ao desenvolvimento serão gastos globalmente para ajudar mulheres e meninas.

Encontrar soluções para erradicar a pobreza e a fome, melhorar a saúde e a educação e produzir água limpa estão entre as necessidades vitais de mulheres e meninas em nações menos afortunadas, mas elas continuam sendo uma das últimas prioridades da ONU.

Em vez de se concentrar nas necessidades básicas, o primeiro esboço do relatório exige que todas as nações concordem com os seguintes itens destrutivos e controversos:

  • livre acesso ao aborto para todas as mulheres e meninas
  • aborto como um direito humano fundamental
  • acesso ilimitado a preservativos e outros métodos de controle de natalidade
  • orientação sexual e identidade de gênero
  • educação sexual abrangente para crianças pequenas*

No ano passado, nossa petição assinada por 195.000 cidadãos ativos causou impacto. Precisamos da sua ajuda para superar essa meta, para que possamos impedir essa agenda prejudicial.

Três militantes pró-vida da CitizenGO participarão da 63ª sessão da Comissão sobre o Status da Mulher para participar das negociações. Precisamos de um exército de pró-vida para assinar esta petição, para que possamos usá-la como ferramenta de negociação.

Encaminharemos as assinaturas para a Ministra Damares Alves, que está representando o Brasil na 63ª CSW.

Exigiremos que eles promovam soluções reais para mulheres e meninas: nutrição, água potável, saúde e educação.

Reserve um momento para assinar a petição agora para que possamos ser sua voz pela vida.


*A seguir, um trecho do currículo encontrado diretamente no site da Organização Mundial da Saúde:

“Crianças: 2 e 3 anos de idade (curiosas / explorando seus corpos) - Crianças estão se tornando conscientes de si mesmas e de seus corpos. Elas também aprendem que aparentemente são diferentes de outras crianças e adultos (elas desenvolvem sua identidade). - Crianças aprendem que são meninos ou meninas (elas desenvolvem sua identidade de gênero). - As crianças se tornam muito interessadas em seus próprios corpos e nas pessoas ao seu redor. Muitas vezes elas estudam seus próprios corpos e genitália em detalhes e também os mostram para outras crianças e adultos. - Os bebês começam a tocar deliberadamente nos genitais porque isso os faz sentir bem.”

Você pode ler o restante do documento aqui (em inglês):

https://www.bzga-whocc.de/fileadmin/user_upload/WHO_BZgA_Standards_English.pdf

+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Procesamos seus dados pessoais de acordo com nossas Política de privacidade e nossos Termos de uso.Ao assinar você aceita os termos de uso da CitizenGO e sua política de privacidade, e aceita receber mensagens de e-mail sobre nossas campanhas. Você pode cancelar seu cadastro na lista a qualquer momento.

Oponham-se ao voaulário da cultura da morte no relatório final da CSW

Aborto, orientação sexual, identidade de gênero e educação sexual abrangente são tópicos controversos entre a maioria dos países membros das Nações Unidas. Eles não são conclusões unânimes. Incluir esta linguagem em documentos internacionais é inapropriado e impede a soberania local dos estados membros das Nações Unidas.

Para melhor ajudar mulheres e meninas em todo o mundo, por favor, removam qualquer menção à Saúde Sexual e Reprodutiva, orientação sexual e identidade de gênero, e Educação Integral em Sexualidade do relatório final gerado na sexagésima terceira Comissão sobre o Status da Mulher. Em vez disso, empreguem seu tempo e recursos concentrando-se em iniciativas que promovam a água limpa, a erradicação da fome e da pobreza, e a saúde materna.

Mulheres e meninas de todo o mundo vão agradecerão!

Atenciosamente,
[Seu nome]

PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

Assine esta petição agora!

0200.000
  159.472
 
159.472 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 200.000 assinaturas.