PAREM COM A PROMOÇÃO GLOBAL DO ABORTO EM DOMICÍLIO

Petição dirigida aos líderes do G20

 

PAREM COM A PROMOÇÃO GLOBAL DO ABORTO EM DOMICÍLIO

0500.000
  292.917
 
292.917 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 500.000 assinaturas.

PAREM COM A PROMOÇÃO GLOBAL DO ABORTO EM DOMICÍLIO

Abortistas de diversos países estão elaborando um plano terrível.

Aborto em domicílio.

Já estão trabalhando para implementar essa ideia em países como Holanda, Alemanha e Reino Unido… sem dúvida, outros países seguirão o plano.

Infelizmente, Alemanha e Reino Unido já estão adiantados em relação a esse plano e consideram aceitar a proposta como parte das medidas de combate ao coronavírus.

Quando lobistas e políticos com más ideias se unem, as coisas avançam rapidamente.

Os abortistas dizem o seguinte:

Mulheres têm enfrentado dificuldades para ir a clínicas de aborto com segurança por causa da pandemia de coronavírus.

Portanto, deveríamos implementar medidas para que mulheres pudessem receber prescrições para comprar pílulas abortivas, mesmo que só precisassem falar com um médico por telefone ou videoconferência (a assim chamada “telemedicina”).


Em seguida, os comprimidos seriam entregues por correio.

As mulheres podiam então fazer um aborto em casa.

As consequências são claras. Caso isso se concretize, abortar será mais fácil do que nunca. O número de bebês por nascer que são mortos aumentará. E mais fundos de contribuintes fluirão para a indústria do aborto.

E você pode ter certeza de que o lobby do aborto nunca abrirá mão desse novo caminho para matar bebês e preencher suas contas bancárias!

Não podemos simplesmente deixar isso acontecer... Exortemos nossos governos a terem coragem e sabedoria para não ceder ao poderoso lobby do aborto:

O objetivo dos lobistas do aborto é, claramente, tornar o aborto mais acessível.

As dezenas de milhões de bebês que são abortados a cada ano aparentemente não são suficientes para eles. Tampouco são os bilhões de dólares que "ganham" por seu trabalho horrível.

Além disso, já faz algum tempo que os ativistas do aborto querem disponibilizar essa pílula facilmente... Eles estão usando a crise do coronavírus apenas como uma desculpa para fazer isso, na esperança de que isso se torne uma política permanente após a crise .

É um plano muito claro... e temos que acabar com isso.

É chocante que uma crise de saúde terrível como a atual esteja sendo usada por lobistas do aborto para promover esse tipo de política de maneira tão fria. Enquanto líderes em todos os lugares procuram salvar vidas, eles querem acabar com a vida... vida inocente, vida sem voz.

Podemos esperar que outros governos não cederão a isso... mas não podemos ter certeza.

Portanto, temos que ter certeza.

Nos dias seguintes, os líderes dos 20 países mais poderosos se reunirão para discutir as medidas que estão tomando em conexão com a crise do coronavírus - vamos dizer para eles não cederem ao lobby do aborto. Assine e divulgue esta petição - vamos proteger a vida de todos, nascidos e não nascidos.

A idéia é a seguinte: se os países do G20 concordarem com essa proposta, ela se espalhará por todo o mundo. Se eles o rejeitarem, esse plano terrível poderá ser interrompido.

Na maioria dos países, é ilegal para os clínicos gerais prescreverem pílulas de aborto a seus pacientes e muito menos fazê-lo com apenas um telefonema.

É por isso que os lobistas do aborto querem dar a eles permissão "temporária" para fazer isso de qualquer maneira... esperando que isso seja permitido indefinidamente mais tarde. Uma vez permitido, por que renunciar a essa permissão?

Não podemos permitir que essa terrível política se torne lei, mesmo que temporariamente.

Temos uma obrigação moral de lutar por um mundo onde a vida de bebês por nascer é segura. Você vai lutar para parar o aborto em casa?

 
+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Procesamos seus dados pessoais de acordo com nossas Política de privacidade e nossos Termos de uso.Ao assinar você aceita os termos de uso da CitizenGO e sua política de privacidade, e aceita receber mensagens de e-mail sobre nossas campanhas. Você pode cancelar seu cadastro na lista a qualquer momento.

Rejeitem a promoção do aborto em domicílio

Prezados líderes do G20,

Estamos escrevendo para alertá-los sobre uma nova proposta de política que lobistas do aborto em todo o mundo estão promovendo:

"Aborto em domicílio"

A ideia dos lobistas é diminuir ainda mais as restrições para o aborto, permitindo que os clínicos gerais prescrevam pílulas abortivas por meio de 'telemedicina' (telefone ou videoconferência) e as entreguem por correio. As mulheres poderão então fazer um aborto em casa.

A sugestão dos lobistas é que isso seja introduzido como uma medida "temporária", por causa da crise do coronavírus, mas, na realidade, há anos tentam implementar essa prática. E, sem dúvida, uma vez que isso tenha sido aceito temporariamente, eles não aceitarão a interrupção dessa política.

Como o lema da atual presidência do G20 é: “Realizando oportunidades do século XXI para todos”, perguntamos a vocês: isso não deve incluir os bebês que ainda não nasceram, que correm o risco de ter suas próprias vidas interrompidas por essa nova e terrível política?

Como eles poderão ter alguma oportunidade, se a própria chance de nascer lhes for negada?

Por favor, não se deixem usar como ferramentas pelos lobistas do aborto. Pedimos que rejeitem firmemente a proposta de "aborto em domicílio".

[Seu nome]

PAREM COM A PROMOÇÃO GLOBAL DO ABORTO EM DOMICÍLIO

Assine esta petição agora!

0500.000
  292.917
 
292.917 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 500.000 assinaturas.