MAIS UM CAVALO DE TROIA PARA FAVORECER O ABORTO: DIGA NÃO!

Petição dirigida a deputados federais

 

MAIS UM CAVALO DE TROIA PARA FAVORECER O ABORTO: DIGA NÃO!

050.000
  21.506
 
21.506 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 50.000 assinaturas.

MAIS UM CAVALO DE TROIA PARA FAVORECER O ABORTO: DIGA NÃO!

Desde o início da crise gerada pela pandemia de Covid-19, a CitizenGO alertou para o risco de uso político e ideológico do problema para a promoção da cultura da morte em todo o mundo. Os defensores da cultura da morte começaram a se organizar rapidamente e logo apareceram propostas para facilitar o aborto, que, segundo essas pessoas, seria um “direito humano” e deveria ser facilitado neste momento tão complicado.

Não é possível haver maior desfaçatez! Os mesmos que falam em preservar a vida defendem abertamente a morte de bebês inocentes...

Eis que a ideia chegou rapidamente ao Brasil. Sob a desculpa de apresentar um projeto cujo objetivo é proteger as mulheres, a deputada Maria do Rosário e outros parlamentares apresentaram o PL 1291 de 2020 e inseriram nele uma armadilha, um verdadeiro cavalo de troia para facilitar o acesso ao assassinato de bebês não nascidos.

O texto do §3º do artigo IV diz o seguinte: Na hipótese em que as circunstâncias do fato justifiquem tal medida, a autoridade competente poderá conceder a medida protetiva de urgência de forma eletrônica, ficando dispensada a lavratura do boletim de ocorrência e a colheita de provas que exijam a presença física da ofendida, podendo o Poder Judiciário intimar a ofendida e o ofensor da decisão judicial por meio eletrônico.

Trata-se exatamente da mesma estratégia usada na famosa Lei Cavalo de Troia (12.845/13), ou seja, dispensar a necessidade de apresentação de provas da violência de boletim de ocorrência para que apenas a palavra seja suficiente para conseguir um aborto. O resultado daquela lei foi trágico. Muitos bebês já foram mortos com base nesse dispositivo.

A ideia, portanto, é reforçá-lo neste novo PL. Precisamos pressionar os deputados para que esse parágrafo seja completamente suprimido do projeto.

Além disso, são necessárias mudanças nos artigos 7º e 8º do PL, que usam expressões aparentemente inocentes, mas que são hoje eufemismos para legitimação do aborto.

Ora, não é necessário um novo PL para garantir a proteção às mulheres, pois já existem inúmeras leis que estabelecem essas garantias e elas estão em plena vigência. Além disso, o Ministério dos Direitos Humanos também tem elaborado e implementado programas específicos para a proteção das mulheres.

Maria do Rosário pretende com esse projeto estabelecer mais um marco para a completa legalização do aborto no Brasil. Como sabe que isso não é possível agora, a estratégia utilizada é fazê-lo de forma gradual e sutil, sem que a população perceba.

Para ganhar o apoio da população, ela e os outros promotores da cultura da morte recorrem a expressões que despertam uma reação sentimental das pessoas. Afinal, quem seria contra os direitos da mulher? A mera tentativa de desmascarar isso já vista com desconfiança. Porém, a estratégia já está ficando batida. Não podemos ser enganados. O que essas pessoas querem é simplesmente o falso e absurdo direito a eliminar uma vida inocente.

Assine a campanha para enviar um e-mail aos deputados responsáveis pela tramitação do projeto.

+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Procesamos seus dados pessoais de acordo com nossas Política de privacidade e nossos Termos de uso.Ao assinar você aceita os termos de uso da CitizenGO e sua política de privacidade, e aceita receber mensagens de e-mail sobre nossas campanhas. Você pode cancelar seu cadastro na lista a qualquer momento.

PL 1291-20

Escrevo para pedir a retirada de pauta do PL 1291/20 e a supressão do §3º do artigo IV e a correção de redação dos artigos 7° e 8°, pois contêm uma verdadeira armadilha para a ampliação do aborto no Brasil.  

Trata-se da mesma estratégia usada na lei 12.845/13 e que já custou as vidas de muitos bebês.

É inaceitável que a pandemia seja usada como desculpa para a promoção do aborto.

[Seu nome]

MAIS UM CAVALO DE TROIA PARA FAVORECER O ABORTO: DIGA NÃO!

Assine esta petição agora!

050.000
  21.506
 
21.506 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 50.000 assinaturas.