SENADORES: DIGAM NÃO À ESCOLHA DE FACHIN PARA O STF!

O advogado defende o MST, é contrário à família e adepto do ativismo judicial

 

SENADORES: DIGAM NÃO À ESCOLHA DE FACHIN PARA O STF!

SENADORES: DIGAM NÃO À ESCOLHA DE FACHIN PARA O STF!

Luiz Edson Fachin poderá se tornar o novo Ministro do STF na próxima semana. Ele será sabatinado pelos senadores no dia 06/05.

Fachin defende o estabelecimento de um ordenamento jurídico contrário à família formada por homem, mulher e filhos. Ele também endossa a tese de um ex-aluno seu, segundo a qual a monogamia como princípio estruturante da família deve ser superada.  

Além disso, para ele, “lei é aquilo que o juiz diz ser lei, desde que esteja afinado com os bons propósitos”, ou seja, o juiz pode dizer o que é e o que não é legal sem levar em conta o poder legislativo.

Ele também é conhecido por já ter advogado para o MST, que Lula chamou de “exército de Stédile” há dois meses durante um evento de “apoio à Petrobras”.

Ter no STF mais um Ministro 100% afim ao seu projeto de poder é de suma importância para o PT, pois será mais um a “fechar fileiras” para fazer avançar, via ativismo jurídico, a agenda bolivariana do partido.

Na Venezuela, um dos elementos mais importantes para o enraizamento do chavismo no poder foi justamente o aparelhamento do poder judiciário. O governo do PT está implementando a mesma estratégia no Brasil.

Assine a campanha para enviar aos senadores um e-mail pedindo que Luiz Edson Fachin não seja aceito como novo Ministro do Supremo Tribunal Federal. 

+ Letter to:

This petition is ...

Closed!

PEÇO VOTO CONTRÁRIO À ESCOLHA DE FACHIN PARA O STF

Prezado senador,

No próximo dia 06/05, o advogado Luiz Edson Fachin será sabatinado no Senado, em razão de sua possível eleição para ocupar o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal.

Levando-se em conta o avanço da agenda radical e revolucionária do PT, peço que dê um voto contrário à escolha de Fachin.

Além disso, é necessário mencionar que sua escolha representará um fortalecimento do ativismo jurídico da parte do STF, já que, para ele, “lei é aquilo que o juiz diz ser lei, desde que esteja afinado com os bons propósitos”. Ele também é um notório defensor do MST, o “exército de Stédile” disfarçado de movimento social, e um militante contrário à família natural, formada por homem, mulher e filhos.

Espero que, no dia da sabatina, o Sr. represente a voz dos milhões de brasileiros que saíram às ruas para protestar contra o PT, Dilma, Lula e o projeto bolivariano do partido. 

Atenciosamente,
[Seu nome]

SENADORES: DIGAM NÃO À ESCOLHA DE FACHIN PARA O STF!

Assine esta petição agora!