Petição a favor da suspensão imediata da ideologia do «género» no Ministério da Educação

Petição dirigida a: Exmo. Senhor Presidente da República

 

Petição a favor da suspensão imediata da ideologia do «género» no Ministério da Educação

05.000
  2.342
 
2.342 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 5.000 assinaturas.

Petição a favor da suspensão imediata da ideologia do «género» no Ministério da Educação

Petição a favor da suspensão imediata do chamado «Referencial da Educação para a Saúde» e de todas acções do Ministério da Educação baseadas na ideologia do «género» ++++++++ Ex.mo Senhor Presidente da República, Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia da República, Ex.mo Senhor Primeiro-Ministro, Ex.mo Senhor Presidente do Tribunal Constitucional, Ex.mo Senhor Ministro da Educação, ++++++++ 1 — Diversos sectores do Estado português e certas instituições privadas beneficiando de apoios e protecções do Estado têm vindo a ser infiltrados pelo lóbi que se opõe à família natural e promove a ideologia homossexualista «do género», a qual, como é sabido, pretende que o sexo de cada pessoa é uma opção de cada um e não aquele com que nasce, condição que o lóbi qualifica simplesmente de «género». ++++++++ 2 — Esses sectores do Estado e essas instituições tornaram-se assim instrumentos desse lóbi, que os utiliza para influenciar as pessoas através dos mais variados canais e exercer uma ditadura do seu pensamento sobre a esmagadora maioria dos Portugueses. ++++++++ 3 — Um dos sectores mais afectados pelo lóbi é precisamente o Ministério da Educação. Através dos programas de estudos, de programas especiais, dos manuais e de alguns professores que pertencem ao lóbi, é exercida sobre as crianças e jovens um endoutrinamento ideológico homossexualista, contrário à família natural, aos valores da família e à saúde mental das crianças e jovens. ++++++++ 4 — Acresce que esta manipulação ideológica das crianças e jovens na escola viola o direito natural, inalienável e inegociável das famílias a escolherem a educação a dar aos seus próprios filhos, direito aliás expressamente proibido ao Estado no número 2 do Artigo 43.º da Constituição da República Portuguesa, que os membros do lóbi tanto proclamam prezar mas que afinal pretendem violar. ++++++++ 5 — Recentemente, o Ministério da Educação promoveu o chamado «Referencial da Educação para a Saúde», que, sob o pudico manto da saúde, pretende intensificar o endoutrinamento homossexualista das crianças e jovens e, por isso, na realidade, até em termos de saúde física e mental, constitui o seu contrário. ++++++++ 6 — Supostamente, os promotores do chamado «Referencial» iriam submetê-lo a «consulta pública». Ora, toda esta «democracia» pressuporia uma ampla divulgação do documento — o que manifestamente não sucedeu... Portanto, na prática, como agravante, o processo foi deliberadamente conduzido de forma «discreta», digamos que quase clandestina, de modo a que possam colocar os pais, os professores e o País perante o facto consumado mas hipocritamente invocando que o projecto esteve em debate público... ++++++++ 7 — Acresce ainda que o direito dos pais a escolherem a educação para os seus filhos é um direito acima de quaisquer normas estabelecidas com ou sem debate público. ++++++++ 8 — Perante tais violações dos direitos das famílias e atentados à saúde física e mental das crianças e jovens, à natureza e à própria Constituição, a União das Famílias Portuguesas vem reclamar: ++++++++ a) a suspensão imediata do chamado «Referencial da Educação para a Saúde»; ++++++++ b) a suspensão de todos os projectos do Ministério da Educação baseados na ideologia homossexualista do «género»; ++++++++ c) o saneamento dos programas e dos manuais escolares de toda a ideologia homossexualista do «género»; ++++++++ d) a proibição de qualquer professor exercer a sua função em oposição à educação que os pais escolheram para os seus filhos; ++++++++ e) o fim dos apoios e protecções do Estado a quaisquer instituições privadas promotoras da ideologia homossexualista do «género». ++++++++ Lisboa, 8 de Dezembro de 2016 ++++++++ A União das Famílias Portuguesas* ++++++++ *Membro da CNAF — Confederação Nacional das Associações de Família

Esta petição foi criada por um cidadão ou uma organização independente de CitizenGO. Por essa razão, CitizenGO não é responsável por seu conteúdo.
+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Procesamos seus dados pessoais de acordo com nossas Política de privacidade e nossos Termos de uso.Ao assinar você aceita os termos de uso da CitizenGO e sua política de privacidade, e aceita receber mensagens de e-mail sobre nossas campanhas. Você pode cancelar seu cadastro na lista a qualquer momento.

Petição dirigida a: Exmo. Senhor Presidente da República

Petição a favor da suspensão imediata da «ideologia de género», no Ministério da Educação

[Seu nome]

Petição a favor da suspensão imediata da ideologia do «género» no Ministério da Educação

Assine esta petição agora!

05.000
  2.342
 
2.342 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 5.000 assinaturas.